O elemento praseodímio, ocorrência e aplicações

Mineral de Praseodimio

Bom, o elemento praseodímio (Pr), ocorrência e aplicações é post sobre um metal que é macio, maleável, prateado e dúctil. Então, ele é um membro do grupo de metais lantanídeos. Por outro lado, o praseodímio (Pr) reage lentamente com o oxigênio (O) para formar uma camada de óxido verde e escamosa. Todavia, essa camada de óxido não protege o elemento de oxidação posterior.  Por esta razão, armazena-se o praseodímio (Pr) em um recipiente de plástico lacrado ou coberto com óleo. O praseodímio (Pr) também reage rapidamente com a água.

História do praseodímio

Em princípio, em 1941 Carl Mosander anunciou a existência do Didymium. Bom, ele obteve Didymium pela separação cério (Ce), junto com o lantânio (La). Então,  por mais de 40 anos aceitou-se p Didymium sendo um elemento químico. Mas, ele na verdade era uma mistura de elementos lantanóides. Bom, alguns químicos se perguntaram se didymium também poderia consistir em mais de um elemento. Assim, em 1888 Bohuslav Brauner de Praga mostrou que o espectro atômico Didymium não era o de um metal puro.

Dessa forma, em junho de 1885 o químico austríaco Carl Auer von Welsbach aceitou o desafio e conseguiu dividir o didímio em dois componentes: neodímio (Nd) e praseodímio (Pr). Para separar os dois elementos von Welsbach obteve os elementos na forma de seus óxidos. Por conseguinte, uma amostra pura do próprio metal praseodímio (Pr) foi produzida pela primeira vez em 1931.

Ocorrência do praseodímio

Em princípio, o praseodímio (Pr) ocorre na crosta terrestre em uma concentração média de 8 partes por milhão. Dessa forma, podemos encontrar o praseodímio na forma de carbonatitos no mineral bastnäsita. Além disso, ele constitui os depósitos de Bastnäsite na China e nos Estados Unidos onde se localiza a maior porcentagem dos recursos econômicos de terras raras do mundo.

O segundo maior hospedeiro de praseodímio em depósitos econômicos é o mineral monazita, o principal hospedeiro mineral em Yangibana. Os depósitos de monazita ocorrem na Austrália, Brasil, China, Índia, Malásia, África do Sul, Sri Lanka, Tailândia e nos Estados Unidos. O praseodímio (Pr) proveniente do mineral LREE, loparita, é recuperado de uma grande intrusão ígnea alcalina na Rússia.

Isótopo do praseodímio

O praseodímio (Pr) tem apenas um isótopo estável e natural,141Pr. É, portanto, um elemento mononuclídico, que tem seu peso atômico padrão determinado com alta precisão. Além disso, este isótopo tem 82 nêutrons, um número mágico que confere estabilidade adicional. 

Aplicações do praseodímio

  • Como um agente de liga com o magnésio (Mg) para criar metais de alta resistência usados em motores de aeronaves.
  • Como componente do mischmetal, um material que é usado para fazer pederneiras para isqueiros e luzes de arco de carbono. 
  • Adiciona-se o praseodímio (Pr) a cabos de fibra óptica para ajudar a amplificar um sinal.
  • Em combinação com o neodímio (Nd), utiliza-se o praseodímio (Pr) em ímãs de de alta tecnologia.
  • Óxidos de praseodímio (Pr) e neodímio (Nd) são usados em óculos de soldador e soprador de vidro para proteger os olhos de reflexos amarelos e luz ultravioleta.
  • Os azulejos e louças de cerâmica amarelos vibrantes são o resultado da combinação dos óxidos de praseodímio (Pr) e zircônio (Zr).
  • O óxido de praseodímio (Pr2O3) é um catalisador para fazer o plástico. Por exemplo: polietileno, para garrafas de refrigerante; plástico bolha; plástico para alimentos; sacos para sanduíches; e caixas de leite.

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Fonte

Royal Society of Chemistry

Live Science

Hasting

Mmta – Minor Metals Trade Association

Wipedia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.