Afinal de contas o oxigênio é ou não é um nutriente?

Oxigênio

Bom, existe algo mais importante, mas muitas vezes menos reconhecido,  do que o ar que respiramos? Pois, não vivemos muito tempo sem oxigênio (O2). Dessa forma, você sem dúvida sabe como o oxigênio é vital. 

Ou seja, você precisa de oxigênio (O2) para transformar alimentos em energia. Seu cérebro precisa de muito oxigênio (O2). Além disso, o oxigênio (O2) desempenha um papel importante no seu sistema imunológico. 

Assim, existem diversos tipos de oxigênio (O2). Por exemplo: Oxigênio medicinal ou hospitalar; oxigênio líquido; oxigênio industrial e oxigênio suplementar.

Como o oxigênio foi descoberto?

Joseph Priestley
Joseph Priestley

A descoberta do oxigênio (O2) foi um passo fundamental para que a química atingisse a maioridade no século 18 que envolve três cientistas. São apontados como responsáveis pela sua descoberta o sueco Carl Wilhelm Scheele (1742-1786), o inglês Joseph Priestley (1733-1804) e o francês Antoine Lavoisier (1743-1894). Então, para qual deles seria mais justo atribuir a descoberta do feito.

As informações mostram que Scheele foi o primeiro a identificar em laboratório, por volta de 1772, o elemento que ele chamou de “gás da vida”. Em 1774, Priestley faria o mesmo de forma independente na Inglaterra, com uma diferença: ele tornou pública a obtenção de seu “ar desflogisticado”; ou seja, o gás não tinha o flogístico. Por muito tempo se acreditou que a teoria do flogístico fornecia a explicação para a o fenômeno da combustão. Ela dizia que os materiais combustíveis possuíam um princípio comum inflamável presente apenas neles, que ficou conhecido como flogístico. Se algum material não queimasse, é porque não teria flogístico em sua composição. Coube a Lavoisier, em 1777, interpretar de forma adequada o papel daquele novo elemento, que ele batizou de oxigênio (O2).

Por que o oxigênio é importante?

Em primeiro lugar, o oxigênio (O2) é essencial para a respiração, porque o nosso corpo o usa para “queimar” as moléculas dos alimentos. Em segundo lugar, os animais absorvem oxigênio (O2) ao inspirar e liberam dióxido de carbono (CO2) ao expirar.

Além disso, o oxigênio (O2) compõe quase 21% do total de gases no ar, com a maior parte do gás restante sendo nitrogênio fisiologicamente inerte. Embora inalemos 21% de oxigênio (O2), a respiração exalada de uma pessoa contém cerca de 16%.  Bom, isso significa que o corpo humano usa apenas cerca de um quarto do oxigênio (O2) inalado, deixando o suficiente disponível para respirações de resgate.

Como já deve ter percebido o oxigênio (O2) é um elemento essencial para nossa sobrevivência. Aqui no ClubedaQuimica nós publicamos alguns posts sobre o oxigênio (O2). Convidamos você a descobrir mais coisas sobre o oxigênio (O2) nos seguintes posts:

O oxigênio (O2) é ou não um nutriente?

Bom, a pergunta acima acredito que você não tinha pensado, não é? Em princípio, pensar que um gás como o oxigênio (O2) seja um nutriente é muito estranho. Porque, a palavra nutriente significa como algo que é ingerido dentro dos alimentos e necessário à manutenção do nosso corpo e boa saúde. No entanto, os dicionários têm, como seria de esperar, definições claras do termo. Por exemplo, no Oxford Dictionary of English, 2ª edição (2005), que é a Oxford a “bíblia” da língua inglesa, diz que um nutriente é definido como “ uma substância que fornece nutrição para a manutenção da vida e para o crescimento ”. 

Por outro lado, o seu equivalente americano, Webster’s, talvez seja ainda mais preciso em sua definição, sendo um nutriente “qualquer substância ou matéria que seja necessária para a vida e o crescimento dos seres vivos”. Outros dicionários oferecem definições semelhantes (por exemplo, Collins English Dictionary: “ qualquer substância que nutre um animal” ), embora a palavra “alimento” às vezes seja incluída por aqueles que são médicos em foco.

Portanto, fica claro a partir dessas definições que o oxigênio (O2), assim como a água (H2O), é inequivocamente um nutriente. 

Fonte

First Aid Training Bangkok

Frontier in Nutrition

Tis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.