Como aprender química usando a microaprendizagem

Photo by Andrea Piacquadio from Pexels - E-learning

Então, um dos legados positivos da pandemia pele Covid-19 sem sombras de dúvidas é a maneira de ensinar. Muito embora, a pandemia também mostrou a necessidade de reinventar as escolas públicas. Dessa forma,  a pandemia acelerou um processo que andava meio lento. Além disso, a burocracia da educação brasileira impedia o avanço da tecnologia nas escolas.

Por outro lado, a Química continua ainda é ensinada tradicionalmente. Ou seja, o conteudismo não funciona mais para ensinar Química.

O que é microaprendizagem?

Ao procurar saber o que é microaprendizagem (microlearning), você vai descobrir que não passa de uma estratégia de ensino. Então, ela consiste em ensinar conteúdos em pequenas doses (micro conteúdos). Dessa forma, ela permite ensinar um conteúdo complexo de forma fracionada e mais focada.

Por exemplo, conteúdos como equilíbrio químico podem ser ensinados usando pequenos conteúdos. Então, você pode usar vários recursos. Por exemplo: vídeos; leituras de post; exercícios online.

Quais são as vantagens da microaprendizagem?

A microaprendizagem facilita a aprendizagem, pois atividades curtas podem ser integrada ao dia a dia do ensino. Dessa forma, temos as seguintes vantagens: 

  1. Acessível – requer menos recursos, necessita de poucos instrutores e o custo é baixo
  2. Rápido de entregar – pois não precisa de criar conteúdos novos. basta o conteúdo à  microaprendizagem.
  3. Flexível – abrange qualquer conteúdo dos cursos regulares e de forma rápida. 
  4.  Atraente – é um método mais envolvente, pois demanda pouco esforço, pouco tempo de envolvimento, atividades práticas e objetivas.
  5. Retenção de conhecimento – de acordo com pesquisas a microaprendizagem retém mais o aprendizado.
  6. Autonomia aos alunos – permite aprender horários livres e de forma casual. E também por serem menores, é fácil fazer o download e levar com você quando está offline.

A microaprendizagem na Química

microaprendizagem

Quando pensamos em microaprendizagem na Química existe uma dificuldade muito grande por parte dos professores em aceita essa estratégia de ensino. Ou seja, o ensino tradicional ainda impera na química. Por outro lado, no post “Tudo sobre o metaverso na Química” nos mostramos que a realidade a virtual é uma ferramenta incrível para nós Químicos. Como assim?

Basta, você tentar entender a isomeria em uma dimensão. Para muitas pessoas é muito difícil imaginar uma molécula em 3D a partir de um livro em 2D, com uma explicação expositiva. Podemos adicionar também que os livros são muito densos e para o mundo de hoje pesados. Os estudante de hoje são fã de videos e da tecnologia fácil. Nesse contexto, usar a microaprendizagem na química possibilita ao jovem entender partes importantes de um capítulo. 

Então, ao invés de colocar para o aluno sem lá 50 exercícios, não seria melhor colocar micro conteúdos com se fosse uma peça de um quebra cabeças? Fica a pergunta. Essa pergunta também está no post “Qual papel da tecnologia no ensino da Química“. Te convidamos a descobrir mais. Acesse e entenda

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Convite especial

Bom, convidamos você a descobrir mais sobre a microaprendizagem. Acesse ai os nossos posts e você terá mais conhecimentos sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.