Quais são leis usadas na estequiometria

Reação química

Quais são leis usadas na estequiometria mostra para você alguns requisitos necessários para você ser craque na química. Assim, vamos começar com as leis ponderais que utilizamos para estabelecer as relações entre as massas das substâncias em uma reação química. Então, vamos ver a seguinte reação:

A + B → C + D

Bom, nessa reação, temos A e B antes da seta indicando o sentido da reação para formar as substâncias C e D. A e B são reagentes e C e D produtos. Assim, como reagentes e produtos possuem massa, as leis ponderais permitem estabelecer relações quantitativas entre essas substâncias.

Nesse sentido convido você a descobrir quais são essas leis nos posts que recomendamos abaixo:

Lei da Conservação da Massa de Lavoisier (Lei de Lavoisier)

Em princípio, essa lei foi proposta pelo pai da Química Moderna, o químico Antoine-Laurent Lavoisier. Bom, antes de continuar a sua leitura, recomendamos o seguinte post sobre Lavoisier: “As contribuições de Lavoisier“. Pois nesse post você irá descobrir algumas contribuições do Pai da Química. Por exemplo, a formas de carbono, oxigênio e combustão. Dessa forma, aceite o convite e acesse o post.

Opa, a conversa ficou um pouco longa. Assim, vamos voltar ao nosso assunto. Ou seja, devemos voltar para a estequiometria.  Bom, como Lavoisier fez suas observações? Em seus experimentos químicos em sistemas fechados, Lavoisier verificou que os reagentes combinados durante uma reação os produtos sempre apresentavam, sobretudo, a mesma massa. Ou seja, a Soma das massas dos reagentes = Soma das massas dos produtos

Por exemplo, considere uma reação entre as substâncias A e B para formar C:

A + B → C

Então, se reagirmos 10 g de A com 20 g de B, quanto de C será formado. Assim, de acordo com a Lei de Lavoisier temos

mA + mB = mC

10 g + 20 g = mC

mC = 30 g

Lei das proporções definidas de Proust (Lei de Proust)

Bom, o químico-farmacêutico francês Joseph Louis Proust percebeu que elementos químicos que participam da composição de uma determinada substância pura sempre apresentam uma proporção em massa.

Por exemplo, vamos considerar o seguinte exemplo a produção de ácido clorídrico (HCl) usando os gases cloro (Cl2) e hidrogênio (H2):

Cl2 + H2 → 2HCl

A Tabela abaixo mostra, sobretudo, vários resultados de formação de HCl.

ReaçãoCl2 (g)H(g) HCl (g)
171273
21424146
32136219

Assim, as razões entre os reagentes, quando simplificadas sempre chegamos a 2/71. Ou seja, mostra as constantes da Lei de Proust.

Então, outra observação que pode ser feita com a lei das proporções de Proust é o valor constante entre as reações. Dessa forma, a tabela abaixo mostra com os valores são constantes:

ReaçãoRazãoFator simplificaçãoResultado
12/7112/71
24/14222/71
36/21332/71

Lei das proporções múltiplas de Dalton

De acordo com o químico John Dalton, quando combinamos, em uma reação química, a mesma massa de um elemento com diferentes massas de outro elemento, o resultado é, sobretudo, a formação de diferentes substâncias. Dessa forma, podemos verificar abaixo com é a lei proposta por Dalton:

N2 + O2→ diferentes compostos

28 g+ 16 gN2O   (44 g)
28 g   +    32 gN2O2 (60 g)
28 g   +    48 gN2O3 (76 g)
28 g   +    64 gN2O4 (92 g)
28 g   +    80 g N2O5 (108 g)

Convite especial para você

Bom, já que você descobriu as leis da estequiometria convidamos você a ser craque neste conteúdo da química. Dessa forma, aceite o convite e acesse os seguintes posts:

Aceite mais esse convite 

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.