O que existe de especial nas antocianinas?

Frutas

O termo antocianina é de origem grega (anthos, uma flor, e kyanos, azul escuro). As antocianinas ocorrem sobretudo em todos os tecidos vegetais, incluindo folhas, caules, raízes, flores e frutos.

Além disso, as antocianinas são fitoquímicos solúveis em água com uma cor vermelha a azul típica. Em princípio, as antocianinas contêm 15 átomos de carbono distribuídos em dois anéis de benzeno unidos a uma cadeia curta de três carbonos. Dessa forma, as antocianinas são subgrupos de flavonoides que constituem um grande grupo de pigmentos solúveis em água.

Estrutura básica antocianinas
As antocianinas apresentam como estrutura básica o cátion 2-fenilbenzopirílio; ou seja cátion flavílio. As diferentes antocianinas diferem apenas nos grupamentos ligados aos anéis nas posições 3′ (R1), 4′ (R2), 5′ (R3), 3 (R4), 5 (R5), 6 (R6) e 7 (R7), que podem ser átomos de hidrogênio, hidroxilas ou metoxilos.

As antocianidinas e seus glicosídeos são abundantes principalmente em frutos de cor vermelha, roxa ou azul. Em princípio, as antocianinas juntamente com os plastídios existentes nos tecidos conferem também muitas cores às flores. Como resultado das cores, as antocianinas exercem papel importante na atração de polinizadores e dispersores como abelhas.

Leia também

Papoulas das antocianinas ao ópio

Como é as cores e o aroma da rosas

A cor dos alimentos e sua química

As propriedades ácidas e básicas do Açai

Antioxidantes produtos químicos vitais a nossa saúde

O que é e para que serve beta-caroteno

Elas são componentes comuns da dieta humana, pois estão presentes em diversos alimentos, frutas e vegetais, principalmente nas frutas vermelhas e no vinho tinto. Nos últimos anos, o interesse pelas antocianinas cresceu consideravelmente pois existem forte evidência de que as antocianinas possuem forte atividade antioxidante e alto potencial de prevenção de contra muitas doenças crônicas. Além disso, as antocianinas tem uma capacidade anti-inflamatória sobre vários órgãos, desde o sistema digestório até as paredes de vasos sanguíneos.

Há muitas evidências da associação positiva da ingestão de antocianinas com efeitos biológicos saudáveis. Por conseguinte, a atividade antioxidantes é comprovada tanto nos alimentos quanto na ingestão de alimentos ricos em antocianinas.

Benefícios do consumo das antocianinas

  • Previne o envelhecimento precoce da pele.
  • Ajuda no combate aos radicais livres.
  • Faz bem para a memória.
  • Previne o glaucoma.
  • Protege o coração.

Quais famílias de plantas podemos encontrar as antocianinas?

Antocianinas podem ser encontradas em plantas principalmente das famílias:

  • Vitaceae (uva).
  • Rosaceae (cereja, ameixa, framboesa, morango, amora, maçã, pêssego, etc.).
  • Solanaceae (tamarindo, batata).
  • Saxifragaceae (groselha preta e vermelha).
  • Ericaceae (mirtilo, oxicoco).
  • Cruciferae (repolho roxo, rabanete).
  • Leguminoseae (vagem).
  • Gramineae (sementes de cereais).

Podemos encontrar antocianinas sobretudo em frutas como açaí, ameixa, amora, berinjela, jabuticaba, jambolão, jussara, cereja, figo, framboesa, uva, maçã, morango e acerola. Vegetais, como repolho roxo, batata roxa, berinjela, entre outros, são outras importantes fontes de antocianina na dieta.

Quantidade ideal para o consumo de antocianinas

Não há uma quantidade exata de antocianina que você deve consumir todos os dias para manter a saúde. Então, a melhor forma de usufruir dos benefícios deste antioxidante poderoso é incluir em sua dieta alimentos que sejam ricos em antocianinas.

Fonte:

Anthocyanin

Britannica

Intechopen

Mundo boa forma

Nutrify

Taeq

Wikipedia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *