Os adoçantes artificiais fazem mal à saúde

Adoçante no café

Os adoçantes artificiais fazem mal à saúde?  Bom, antes de responder a essa perguntas você deve saber o que são adoçantes. Então, os adoçantes artificiais são produtos químicos sintéticos que dão a língua a sensação de sabor doce. Além disso, os adoçantes fazem os alimentos amargos a terem um sabor doce, sem quaisquer calorias adicionais. Portanto, utilizam-se esses adoçantes em “alimentos saudáveis” e em produtos dietéticos.

Então, como o número de obesos aumentou muito, os adoçantes tornaram-se populares principalmente para quem quer fazer dieta. Hoje, você encontra adoçantes em todos os lugares que frequenta ou até mesmo em nossas casas. Dessa forma, se você é diet você usa os adoçantes em quase tudo que bebe ou come. Por exemplo:  refrigerantes; sobremesas diet; refeições; e bolos de micro-ondas, e por ai vai.

Todavia, digo a você que alguns estudos sugerem que os adoçantes causam mal à saúde. Por exemplo,  pesquisas indicam que a sucralose estimula ao aumento da produção de insulina e da absorção de glicose no intestino. Mas, apesar dos resultados os adoçantes artificiais ainda são considerados seguros por vários órgãos reguladores e comunidades especializadas em todo o mundo.

Como nosso corpo elimina o açúcar?

Bom, nós temos mecanismos que mantêm a quantidade de açúcar no sangue normais. Por exemplo, quando você come alimentos que têm carboidratos ocorre um aumento da quantidade de açúcar no sangue. Ou seja, quando você come, por exemplo, batatas, pães, massas, bolos e doces, ocorre um aumento da quantidade açúcar no seu sangue. Então, por que esse aumento de açúcar ocorre?

Bom, quando você come um carboidrato, eles são decompostos em açúcar e, depois, ele passa pela corrente sanguínea. Dessa forma, o seu corpo aumenta a quantidade de açúcar no sangue. Aí, quando a quantidade de açúcar no sangue aumentam, o seu corpo libera insulina. Se a quantidade de açúcar no sangue caem muito, nosso fígado libera o açúcar armazenado para estabilizá-lo. Isso acontece quando jejuamos por períodos prolongados, por exemplo, durante a noite.

Sucralose

No entanto, estudos mais recentes têm mostrado que a sucralose pode causar causar algumas alterações na flora intestinal e nos níveis de vários hormônios no organismo. Assim, ao alterar o metabolismo de hormônios a sucralose aumenta o risco de problemas como, obesidade, diabetes ou intolerância à lactose. 

Além disso, a sucralose pode modificar os tipos de bactérias benéficas o que causa a disbiose. Bom, os sintomas da disbiose são diarreia, intolerância à lactose, gases, cansaço excessivo ou alteração de humor. 

Aspartame

Bom, apesar de ser considerado seguro quando consumido dentro dos níveis recomendados, alguns estudos mostram que o aspartame pode trazer alguns riscos para a saúde, como por exemplo:

  • Aumentar do risco de Alzheimer ou demência
  • Causar alguns tipos de câncer
  • Facilitar a disbiose
  • Aumentar os radicais livres no corpo
  • Causar diabetes ou obesidade

Além disso, o aspartame contém o composto químico fenilalanina e, por isso, é contraindicado para quem tem fenilcetonúria. Então, a fenilcetonúria é uma doença genética cuja ingestão de alimentos com fenilalanina causa uma série de sintomas. Por exemplo: convulsões; agitação; náusea; vômitos; e feridas na pele. 

Sacarina sódica

O perigo da sacarina está em razão do sódio presente na sua composição. Dessa forma, não recomenda-se o seu uso para:

  • Crianças
  • Gestantes
  • Pessoas com problemas de retenção de líquidos, insuficiência renal, cálculos renais, hipertensão e perda da densidade óssea.

Stevia

Então, a stevia por ser extraída de uma planta tem pouco risco à saúde. Bom,  será que a stevia causaria algum mal a saúde? Em princípio, em sua forma original, o stevia é uma excelente alternativa a outros adoçantes.

Agora, onde está o problema de você usar a stevia? Então, o problema é que a stevia dificilmente é comercializada na sua forma natural. A princípio, adicionam-se diversos produtos químicos durante o processo de industrialização da stevia. Portanto, você percebeu que não a stevia que faz mal mas os produtos químicos menos saudáveis agregados a ela.

Bom, o ideal é você buscar consumir o stevia na sua forma original ou, então, escolher um produto que apresente o menor número de produtos químicos possível. Portanto, você fica livre dos efeitos colaterais ou riscos comprovados associados ao uso do stevia.

Mas mesmo assim, como qualquer outro adoçante, a stevia deve ser consumida com moderação. Outra coisa, que temos que te lembrar. A stevia pode apresentar um sabor residual amargo, que desagrada muitas pessoas. Então, é bom você fazer alguns testes para ver se você se adapta ao sabor.

Recomendações para você descobrir mais sobre os adoçantes

Bom, além das informações deste post, nós do ClubedaQuimica publicamos uma série de posts para esclarecer melhor os efeitos dos adoçantes. Dessa forma, nós convidamos você a ir lá nos post veja a lista abaixo

Fonte

Tua saúde

Gastrica Usuy

Jovili

Oficial Farma

Revista ABM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.